posts recentes

arquivos

tags

participar

Sábado, 24 de Abril de 2010
Gill Combo = Gill Sans + Combinar

Ana Gil | 50420

 

 

 

 

Eloise Simões | 49681

 

 

 

 

Marisa Santos | 50026

 

 

 

 

Miguel Rocha | 50929

 

 

 

 

Rafael Lemos | 49674

 

 

 

 

 

A Gill Sans é uma fonte muito elegante sem serifa. Por essa razão, decidimos que seria interessante combinar características das diversas variantes da fonte, surgindo como exemplo o cruzamento entre a caixa alta e caixa baixa da mesma letra ou a versão light com a versão bold da mesma letra.

 

O processo de trabalho foi semelhante para os diversos elementos do grupo. Cada um de nós, após decisão conjunta acerca do conceito a usar, estudámos o desenho da fonte, para decidirmos que características seriam mais interessantes combinar. De seguida, cada um fez vários ensaios usando a sobreposição do contorno das letras (caixa alta + caixa baixa, ou light + bold) como ponto de partida para o desenho da letra final. A fase final foi a vectorização das letras, para conferir uma maior 'legibilidade' aos nossos esboços.

 

Não usámos nenhuma referência específica neste trabalho.




Classic Max Miedinger = Helvetica+Substituir

 

 

Ana Fonseca | 51172

 

 

Ana Sousa | 49563

 

 

Raphaella | 51345

 

 

Tânia Pinheiro | 39598

 

 

Ana Rego | 50982

 

 

 

Fonte: Helvetica

 

Verbo de acção: Substituir

 

 

A Helvetica foi desenvolvida em 1957 por Max Miedinger. Uma fonte sem serifa, cujo um dos principais objectivos era a máxima legibilidade.

Decidimos modificar a fonte ao substituir as suas características modernas por características mais clássicas.

Como seria a Helvetica se fosse clássica?

 

 

Descrição do processo de trabalho:

Ao desenvolver o nosso trabalho, decidimos aplicar serifas, modificar espessuras dos caracteres, modificar alguns tipos (como o caso do G, caixa baixa) com o intuito de os aproximar das fontes clássicas, sem perderem os principais elementos que caracterizam a Helvetica.

 

Pesquisa de tipos humanistas, transicionistas, modernas e egípcias.

 

Pesquisa de fontes serifadas, tais como: Garamond, Times New Roman, Janson, Calson, Baskerville, Bodoni, Esta, etc

 

Tipógrafos.net

 

Tipografia, Paulo Heitlinger

 

Pensar em tipos, Ellen Lupton - Andre Stolarski

 




Sexta-feira, 23 de Abril de 2010
Gilliminated = Gill Sans + Eliminar


 Élio Mateus | 50198


 


 



 João Novais | 50200


 


 


Rodrigo Rodrigues | 50572 


 Rodrigo Rodrigues | 50572


 


 


Esta fonte é uma consiste numa junção da Gill Sans com o conceito eliminar. A Gill Sans é uma das primeiras fontes a sem serifa. A mesma foi uma grande influência para a criação da Helvética. Abordamos três formas diferentes de eliminar partes da nossa fonte, mesmo sendo ela bastante limpa e simples, o que nos dificultou um pouco.


 


 Como já foi referido anteriormente, é uma fonte bastante simples e limpa, então decidimos fazer três formas diferentes de eliminar: no primeiro foram eliminadas as contra-formas das letras; na seguinte os vértices foram excluídos, ficando as letras com pontas arredondadas; por ultimo foi cortado com um angulo de 45º uma parte inferior das letras mantendo a percepção das mesmas.


 


 


Referências: 


PDF da Aula 2


http://www.myfonts.com/fonts/linotype/gill-sans/


http://www.youtube.com/watch?v=oGuwfdg4q88&feature=fvst




READalphabet = New Alphabet + Modificar

ght


Ana João Moreira | 49624



 


Jordão Esteves | 49633



Guilherme Vieira Campos | 49365



Sérgio Almeida | 49739


 


O nosso conceito é legibilidade, uma vez que esta fonte não é de fácil leitura. O New aphabet foi criado somente com segmentos horizontais e verticais, levando a alguns carateres a não serem legiveis fora do contexto.


 


Os carateres foram divididos pelos quatro elementos do grupo. Tentamos ecolher carateres com má leitura de modo a perceber-se melhor o nosso conceito.




Bodoni + Modificar

 Bodony Simplify = Bodoni + Modificar


 


Filipa Alves | 49919


                                Filipa Alves | 49919


 


O Conceito que criei para a concepção deste exemplo tipográfico


foi a simplificação da Bodoni original. É uma fonte sans serif, mais


inteligível em mancha de texto pela atenuação dos contrastes de


espessura entre as hastes e os filetes, para além da remoção da


serifa. Pretende-se uma versão modificada dos caracteres tipográ-


ficos originais que, apesar das diferenças, mantêm alguma vero-


similhança, pelo que é facilmente conjugada com a fonte original.


 


 


Bodoni Halfway = Bodoni + Modificar


 



                               Igor Ramos | 51533


 


Esta proposta para a alteração da fonte Bodoni mantém e acentua


a assimetria original dos caracteres. As serifas são apenas manti-


das do lado esquerdo das hastes. O V denota alguma individuali-


dade que o destaca na linha de texto, criando um efeito de surpresa


no leitor e proporcionando à mancha de texto um certo dinamismo.


 


 


Bodoni Stencil = Bodoni + Modificar


 



                           Carlos Rodrigues | 50386


 


Esta proposta tipográfica tem por base a fonte Bodoni à qual é


aplicado o conceito de stencil pela supressão voluntária de uma


zona de configuração vertical em cada caracter.


 


 


Bodoni Bolight = Bodoni + Modificar


 



                                  Carolina Silva | 50214


 


O fio condutor da modificação da Bodoni é, neste caso,


a acentuação exacerbada do contraste entre hastes e filetes


dos caracteres tipográficos.


 


 


Bodoni Stretch = Bodoni + Modificar


 



                                   André Viana | 50024


 


As alterações feitas à Bodoni original são, nesta


experiência tipográfica, baseadas num ligeiro afi-


lamento e alongamento das formas, que se apre-


sentam menos angulosas e mais adocicadas,


apesar de serem relativamente fiéis às caracte-


rísticas originais.


 


 


O Processo de Trabalho foi relativamente seme-


lhante entre os vários elementos do grupo.


Tendo por base as características fulcrais que de-


finem a Bodoni, cada elemento optou por um fio


condutor da modificação a efectuar nos mesmos,


seguindo padrões estéticos e formais que se


coadunassem com as preferências pessoais de


cada um.


Não houve nenhuma imposição entre o grupo que


limitasse a imaginação e capacidades criativas e


expressivas individuais (exceptuando a definição


da linha de base, das ascendentes e das des-


cendentes) já que o que era pretendido nesta fase


era a maior variedade possível que nos proporcio-


nasse, posteriormente, maior amplitude de escolha.


 


Nesta fase inicial, não são evidentes as referências


exteriores, já que as ideias que vieram a culminar


nos exemplos por nós obtidos partiram basicamente


da cultura visual adquirida por cada um.


 


P.S.: é de referir que a cada uma das experiências


tipográficas foi atribuida uma designação diferente,


por forma a fazer justiça às suas características


gráficas e conceptuais.




ferrivética = helvetica + combinar

Cândida Brites | 50460

 

 

Joana Marques | 50494

 

 

Pedro Martins | 51467

 

 

Juliana Moreira | 50535

 

 

Rafaela Lopes | 50496

 

 

O conceito que decidimos abordar foi "Ferramentas". Optámos por esse tema pelo facto de a Helvetica ser uma tipografia com desenho extremamente funcional e racional, tal como uma ferramenta, que se presta a todo o tipo de situações.

 

O nosso processo de trabalho consistiu em distribuir as 3 letras (uma "redonda", "quadrada" e "triangular" por cada elemento do grupo) e trabalhá-las consoante a nossa imaginação para que se adaptassem ao tema, sem no entanto descaracterizar a tipografia em questão, mantendo sempre algum elementro estrutural de cada letra intacto. Foram utilizados materiais como software illustrator, photoshop e técnicas manuais (e ainda mistas) consoante as preferencias de cada elemento do grupo.

 

Foram utilizadas poucas referências, sendo a maioria do trabalho feita com recurso a desenho de memória e, em alguns casos, desenho à vista, tendo a peça/ ferramenta presente.

 

 




Mrs Handicap = Mrs Eaves + Eliminar

Daniela Santos | 50812

 

 

 

Joana Ferreira | 50721

 

 

 

João Lago | 50522

 

 

 

Pedro Monteiro | 49397

 

 

 

Pilar Cuenca | 52169

 

 

A nossa fonte original era a "Mrs Eaves", uma fonte serifada, e o nosso SCAMPER "Eliminar", que pode ser também traduzido como, tirar, cortar, omitir, etc. Foi esse o conceito que seguimos, cada um "eliminava" uma parte da fonte, quer seja a espessura, as serifas ou até o preenchimento.

A partir daí cada elemento abordou o problema individualmente, resultando assim em diferentes soluções tipográficas.

 

 




Futurmarine = Futura + Adaptar-se










Liliana Fernandes - nº 49890


 



Maria Silva - nº 49417


 



Marlene Martins - nº 49717


 



Raquel Cardoso - nº 50367


Tânia Arêde - 51255


Tânia Arêde - nº 51255


 


O conceito definido pelo grupo foi “Fluidez Líquida”, tema que envolve situações relacionadas com o meio aquático, tais como eventos, cartazes, produtos de consumo, lojas, etc.


 A partir do espécime que nos foi atribuído, a Futura, e o SCAMPER adaptar, começamos por desenhar linhas a partir desta, sem conceito definido.


Depois tentamos perceber que conceito se adaptava aos diversos tipos de letra que tínhamos desenhado.


Ficamos indecisas em optar por adaptar as letras à geometria ou matemática, ou seja, geometrizá-las ainda mais, ou em adaptar a líquidos, a água.


Optamos pela segunda hipótese, fazendo as letras menos geométricas, com um traço mais livre e fluido.









Santa Joana = Garamond + Combinar


Alexandra Carreira | nº 49930


 



Alina Francisco | nº 50379


 



Paula Nunes | nº 49627


 



Rita Bento | nº 49512


 


 










O conceito abordado nestes exemplos é combinar a fonte Garamond com o Túmulo de Santa Joana. 


O túmulo que se encontra no Museu de Santa Joana em Aveiro está repleto de pormenores ornamentais que combinados com a fonte Garamond deram origem às nossas letras.



 


 




ADAPTONI = Bodoni + Adaptar-se

 


João Castro nº24978



Pedro Martins nº44112



Rui Batista nº21597



Sara Gago nº50282



Tiago Marabuto nº38963


 


Adaptoni será um tipo de letra de fusão entre a fonte Bodoni e o conceito Adaptar-se. Bodoni é uma fonte serifada, simples, austera, recta, linear. Adapta-la a outros usos passaria por torná-la menos linear, trabalhando as serifas ou o corpo de letra na sua espessura. Deste ponto de partida exploramos 5 abordagens diferentes, pensadas individualmente por cada um de nós. Foi assim que cada um dos elementos do grupo tentou diferentes maneiras de adaptar esta fonte tipográfica.




mais sobre mim

 

Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30