posts recentes

arquivos

tags

participar

Sexta-feira, 23 de Abril de 2010
Mrs Handicap = Mrs Eaves + Eliminar

Daniela Santos | 50812

 

 

 

Joana Ferreira | 50721

 

 

 

João Lago | 50522

 

 

 

Pedro Monteiro | 49397

 

 

 

Pilar Cuenca | 52169

 

 

A nossa fonte original era a "Mrs Eaves", uma fonte serifada, e o nosso SCAMPER "Eliminar", que pode ser também traduzido como, tirar, cortar, omitir, etc. Foi esse o conceito que seguimos, cada um "eliminava" uma parte da fonte, quer seja a espessura, as serifas ou até o preenchimento.

A partir daí cada elemento abordou o problema individualmente, resultando assim em diferentes soluções tipográficas.

 

 




2 comentários:
De mmferreira a 30 de Abril de 2010 às 23:40
Foi de veras interessante o facto de um grupo ter trabalhado o tema individualmente, aplicando o seu próprio ideal de “Handicap” proporcionando desta forma a criação de soluções diferentes desde eliminação de serifas e partes das letras, diminuição de espessura, cortes nas hastes, tratamento do interior a partir do espécime e do SCAMPER dado, etc. Alguns dos elementos conseguiram ser mais ousados do que outros apostando em novas ideias, porém ambos estão a trabalhar num mesmo conceito e por isso seria importante conjugar algumas das melhores características dos caracteres criados, tendo em conta a acção dada, a fonte original e claro a legibilidade. Em geral achamos que os caracteres estão dentro do tema, embora uns mais bem resolvidos que outros.

Em relação aos caracteres desenvolvidos pela Daniela, achamos que seria um bom caminho a seguir uma maior experimentação e atenção no desenvolvimento das letras visto que o carácter tem de ser legível em qualquer contexto.
- O “Q” perdeu alguma legibilidade pois à primeira vista pode lembrar um “Ç” há que explorar esse campo em busca de uma maior acessibilidade de leitura;
- O “P” foi o que resultou melhor dos três caracteres mas ainda assim pode ser melhorado;
-O “V” percebe-se o que realmente o assim corresponde mas pensamos necessária uma redução dos espaços em branco;

Falando agora dos caracteres desenvolvidos pela Joana, achamos que há alguma dificuldade em comentar alguma coisa em concreto porque o ângulo em que foi tirada a foto não facilitou muito o visionamento correcto dos caracteres. Porém num olhar mais atento dá para perceber uma redução na espessura de algumas letras mas não há uma associação directa e imediata ao conceito de “Handicap”, há que eliminar algo mais.
- Relativamente ao “B” achamos que não atingiu uma solução óptima pois ao reduzir a espessura do cararter acabou por remeter para uma imagem semelhante a um “8”, e ainda está um pouco longe de entrar de forma activa no conceito decidido pelo grupo;
- No “C“ tiraram-se as serifas, o que pode ser um caminho viável mas tal como já referido no item anterior tem de funcionar de acordo com o conceito para isso há necessidade de uma maior experimentação e deliberação em busca de uma possível solução final;
- Já no “T” pensamos que houve um cote da serifa mas não temos um esclarecimento visual muito bom.

Relativamente aos caracteres do João que seguem a mesma linha conceptual, achamos que estão bem conseguidos, porém uns caracteres melhores do que outros.
- O “K” está bem conseguido na opinião do grupo, por ir de encontro à acção eliminar e ao mesmo tempo ter conseguido criar um carácter que é de fácil leitura e com um desenho interessante;
- Já o “S” denota uma tentativa de continuação com o mesmo ideal do carácter anterior mas infelizmente não possui uma imagem tão interessante talvez pelo corte exagerado da cauda, há então que explorar uma diferente forma de continuar com a mesma simplicidade e legibilidade directa do “K”;
- Relativamente ao “Y” repete-se o mesmo conselho dado para o “S”;

O Pedro retirou ou eliminou as serifas dos caracteres, o que achamos que resulta, apesar de não haver uma relação concreta entre cada uma das letras, pois a fonte original, não têm uma igual espessura nas astes das letras e mesmo na barriga.
– O “A” tem duas astes com espessuras diferentes (uma que matem a serifa outra que não) porque não uma maior aposta na iluminação completa da serifa? – Gostamos da ideia só tem que ainda ser explorada para cada vez mais ir de encontro ao conceito escolhido.
- O carácter “G” foi o que resultou melhor segundo a ideia de eliminar as serifas e colocar espessura igual em toda a letra;
- O “R” volta à mesma situação do A referido anteriormente.

Achamos viável a solução encontrada nos caracteres da Pilar, foi bem pensada, o corte interior, atingiram uma forma diferente legível, limpa e na nossa opinião adaptável ao conceito.
Quer o “E” como “O” e o “W” tem um fio condutor a nível visual e conceptual entre si.


De mmferreira a 30 de Abril de 2010 às 23:40
Nós, como grupo, achamos esta transformação um bocado semelhante a outras fontes já existentes em relação a retiragem das partes do carácter. Nos links a seguir podem ver soluções semelhantes a vossa, mas com espécimes diferentes, e umas abordagens menos geometrizadas.
Boa sorte e, acima de tudo, bom trabalho.

http://www.emigre.com/EF.php?fid=138
http://www.netfontes.com.br/view.php/major_snafu.htm
http://www.netfontes.com.br/view.php/magna_veritas.htm
http://www.dafont.com/makemealpha.font
http://www.dafont.com/street-blues-trial.font


Comentar post

mais sobre mim

 

Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
30